Sitemap

Navegação rápida

Aos vinte e sete anos, Lisa começava a ver cenários difíceis na sua vida.Muitos de seus amigos estavam começando a se casar e ela ainda não estava interessada em um relacionamento de longo prazo.Como ex-atleta na faculdade, ela aceitou um emprego em Miami, onde apesar de sua formação como uma mulher branca do sul, ela se encaixa bem devido ao seu visual.Lisa tinha cabelo preto, bronzeado claro, cintura fina, ficava com 1,80 m e parecia exatamente como a Megan Fox.O trabalho de Lisa era um papel de marketing, mas como ex-atleta universitária e altamente competitiva, ela queria praticar esportes novamente.

Uma pessoa naturalmente combativa, Lisa inscrevia-se para uma aula de MMA e ia ao ginásio todos os sábados para fazer exercício físico.O ginásio era uma mistura de homens e mulheres, com cada sexo separado.Entre as mulheres, Lisa era uma rufia e falava regularmente de lixo para ficar debaixo da pele de seus oponentes.Para piorar a situação, Lisa também estava em uma maré de vitórias em cada uma das partidas de sparring.

"Ainda machucada, huh ginger", disse Lisa, para uma ruiva suada que tinha batido na luta anterior, onde ganhou por um nocaute no primeiro round.

"Vá lá, vermelho, de que tens medo?" disse Lisa, aproximando-se da ruiva.

"Deixa-a em paz", disse Maria, uma latina que se parecia exactamente com a Jennifer Lopez.

"Whoa seniorita, mete-te na tua vida", respondeu a Lisa.

"Puta que você não conhece um pouco de espanhol, entrar neste ginásio soando como um caipira", disse Maria, enquanto todos riam.

"Bem, eu vou te chutar de volta pela cerca", disse Lisa, já que o ginásio tinha um ar de silêncio.

"Está bem, então vamos lutar", disse Maria.

Maria era da mesma altura de Lisa, mas tinha uma construção mais robusta enquanto estava perto do mesmo peso.Os dois tinham concordado com um jogo a uma semana da discussão, mas Lisa não fez nada, ela já estava numa grande maré de vitórias.

Assim, o tempo tinha passado e Lisa estava a preparar as suas luvas para lutar contra Maria.Vestindo baús pretos apertados e curtos o suficiente para passar por calcinhas e um tanque branco, Lisa apareceu para ver Maria usando um tanque rosa e baús brancos tão curtos quanto os de Lisa.A vista era excitante, com ambas as mulheres tendo construções bem tonificadas com abdominais mostrando, se preparando para a briga.Um ginásio inteiro vigiou, incluindo os homens.

"Toquem luvas, protejam-se sempre", disse o árbitro.

Os dois lutadores voltaram para o canto e se encontraram no centro do ringue, onde Lisa saiu dando pontapés e socos, mas nenhum deles pousou.Para Lisa, esta era a sua força, para derrubar os seus adversários com pontapés e socos, o que a tinha tornado um pesadelo para lutar contra ela.Maria tinha dimensionado a Lisa para cima e, após um minuto de luta, começava a aparecer.

A luta durou quatro assaltos brutais e foi uma demonstração da genialidade de Maria.Nunca, durante a luta, a Maria parecia estar em perigo.Maria havia levado Lisa para baixo e pousado muitos golpes punitivos enquanto também tentava fazer Lisa gastar toda a sua energia para se levantar.No início, Maria deu alguns golpes punitivos nos joelhos de Lisa e alguns no corpo, o que impediu muito o movimento explosivo de Lisa.Durante o terceiro round, Lisa foi facilmente derrubada e agora os golpes estavam se tornando mais punitivos para seu rosto e corpo, ela estava passando o round inteiro tentando se defender.

Lisa mal conseguiu sair do terceiro assalto, caminhando para o seu canto exausta e agarrando sua cintura.As duas mulheres estavam cobertas de muito suor e, no início do quarto round, Maria era uma bola de energia enquanto Lisa mal conseguia ficar de pé.Devido aos danos que Maria tinha feito, a perna de Lisa tremia e os seus movimentos vinham com luta.Depois de alguns golpes, Maria levou Lisa para baixo e a colocou em um armbar punitivo que fez Lisa chorar de dor e bater.

"Luta, Maria vence!" gritou o árbitro.

"Isso foi brutal", disse uma das mulheres lutadoras.

"Pobre rapariga", disse Jorge, a rir.

Jorge era um homem musculoso, que era o lutador mais forte do ginásio, ele ficava a 1,80m e se parecia exatamente com Aaron Hernandez.Junto com uma estrutura muscular coberta de tatuagens, ele tinha um rosto cinzelado e foi um grande sucesso com as lutadoras, tendo fodido a Maria algumas vezes.Um apelido que Jorge tinha no ginásio era "The Bull" e havia uma boa razão para isso.Parado ali como uma Maria feliz saiu, Jorge sorriu enquanto Maria saltava em cima dele e o beijava.

"Papi, tu sabes", disse Maria, a rir.

Lisa foi muito espancada e deitada, o seu corpo coberto de suor e hematomas, juntamente com uma ferida forte.A maioria do ginásio não gostou dela, então eles saíram para parabenizar Maria, enquanto alguns dos rapazes riam da surra que Lisa tinha levado.Sendo a mulher forte que ela era, após dez minutos, Lisa começou a coxear e foi para o vestiário um pouco atordoada.

A inconsciência atordoada deixou Lisa sem rumo enquanto ela entrava no vestiário dos homens sem sequer notar.Como o vestiário estava vazio, ela foi para o chuveiro e ainda não tomou nenhum, usando os minutos para dar sentido ao espancamento que ela havia tomado. Com o passar do tempo, ela foi saudada pela companhia de ninguém menos que o próprio Jorge.Olhando para ele em choque, bem como para a sua enorme pila que quase lhe tocou nos joelhos, os olhos dela abriram bem.

"Whoa que merda!" gritou a Lisa.

"Yo mami, estás no balneário dos homens!" disse Jorge, a rir.

"Não, porra, não sou, pervertido", gritou a Lisa.

"Não me obrigues a pôr a Maria em ti, querida, eu treinei-a", disse Jorge.

"Este não é o balneário dos homens", disse Lisa.

"Verificaste?" perguntou Jorge.

"Foda-se", disse a Lisa.

"Perdeste mas aguentaste, não podes ser muito convencido e sabes, a Maria meio que te descobriu", disse Jorge.

"É fácil para você dizer, construído assim, você mal tem que aprender nada dessa merda", disse Lisa, enquanto Jorge acariciava seu pau olhando para a mulher nua.

"Precisas de trabalhar na tua defesa de takedown, já trabalhaste nisso antes?" perguntou Jorge, a rir.

"O quê, vais ensinar-me?" perguntou a Lisa, com um ar intenso.

"Claro", disse Jorge, correndo para ela e agarrando-a.

"Então primeiro você tem que ser forte e manter o equilíbrio", disse Jorge, colocando seus braços musculosos ao redor dela enquanto seu corpo excitado com a excitação.

"Podemos saltar isto e perceber porque te chamam o touro?" disse uma Lisa cansada.

"Tão macio", disse Jorge, colocando a morena suada sobre o ombro e levantando-a.Jorge estava certo, ela tinha uma pele muito macia e um corpo macio em comparação com algumas latinas que ele estava acostumado a foder.

Ao sentir o cheiro da rata dela, ele começou a comer a mulher suada enquanto a cabeça dela saltava de volta em excitação com a língua e o rosto dele fazendo contato com a vagina.Ela não estava habituada a que um homem abanasse violentamente a cabeça enquanto ele a comia enquanto a elevava para o alto no ar.A excitação fê-la agitar a parte inferior do corpo como se estivesse a dançar alguma música latina enquanto ele continuava a comê-la fora.Ela estava admirada como ele a agarrou bem enquanto a mantinha no ar, certificando-se de que ela não caísse.

A excitação foi tão forte que ela gemeu que fez seu corpo se mover violentamente, como se ela estivesse possuída e passando por um exorcismo.Depois dos movimentos intensos, ela perdeu o equilíbrio rastejando para o chão, seu corpo tremendo enquanto respirava fundo e excitante.Ela queria dedilhar a rata dela e fazer tudo o que pudesse para lhe tirar a boca, devido à violência com que a língua dele batia contra ela enquanto ele a chupava ocasionalmente.Ficando sem idéias, ela bateu as pernas dele em misericórdia, enquanto suas próprias pernas e parte inferior do corpo vibravam violentamente.

Todas as categorias: Hardcore